" />

fevereiro 01, 2007

Ervas açorianas

Referi-me há dias às açordas açorianas, muito variadas mas não em ervas. Isto fez-me lembrar de uma nota breve, quase uma curiosidade. Ervas, na cozinha açoriana, limitam-se praticamente à salsa, ao louro e à hortelã. No entanto, usa-se bastante uma erva típica da cozinha alentejana, o poejo. A curiosidade é não ser aproveitada para a cozinha, apenas para a preparação de um licor tradicional.

2 Comentários:

Blogger Belém escreveu...

Costumo visitar este espaço com muito prazer. Como cozinheira dou para o gasto mas não tenho a dinâmica que reconheço em muitas das pessoas que fazem da cozinha um hobby, um gosto muito particular ou, como no seu caso,uma actividade também cultural. Há algum tempo que não o visitava e hoje deparei-me com este post que me provocou admiração. Como tenho duas costelas alentejanas (de pai e mãe) habituei-me desde sempre a utilizar os poejos nos pratos onde a erva é devida. Lembro-me em particular das migas de bacalhau que a minha mãe faz com esmero e só na época em que os poejos abundam. E porque nunca ouvi da utilização desta erva noutras paragen fiquei admirada. Fui há cerca de 15 dias a casa dos meus pais e vi lá e fotografei poejos em toda a sua exuberância. Frescos, do campo. Pode vê-los se quiser no meu blog (não é de culinária mas de outras "artes") no meu post de 31 de janeiro. Não estão identificados mas tenho a certeza que os vai reconhecer. Continuação do excelente trabalho que faz. E a propósito, parabéns pela qualidade do seu livro que comprei há algum tempo.

8/2/07 17:19  
Blogger JVC escreveu...

Tive curiosidade de ir conhecer o blogue da Belém, De ponto em nó. Não sei que dizer, a não ser que é coisa estranhíssima, mas de qualidade. Hei-de voltar.

8/2/07 21:01  

Enviar um comentário

<< Home