" />

janeiro 16, 2007

Açordas açorianas

Os Açores fazem boa companhia ao Alentejo em alguma terminologia da cozinha de pão. Lá não há migas, mas há açordas e muitas. Açorda não é a de mariscos, aquela papa semilíquida, açorda é sopa, a começar por aquilo que, fora da região mãe, se chama sopa à alentejana e que, com um ovo, me dá um jantar (cuidados dietéticos sessentões).

Um dia destes falarei da larguíssima oferta açoriana de açordas, talvez mais rica do que a própria alentejana. Hoje fico pela minha delícia de infância, coisa ainda hoje bem frequente na minha casa. Os ingredientes são os habituais. Pão é pão, tanto nos Açores como no Alentejo. Azeite é que nunca foi produto açoriano, tem de ser substituído por coisa tipicamente local. Idem para os coentros, embora lá se usem muito esporadicamente (era uso do meu avô nas suas favas). Alho é alho, em toda a parte. Com isto, aqui vai a açorda mais típica da minha terra, a de hortelã. Nada mais simples, para quem está habituado a fazer uma açorda alentejana.
Numa terrina, um grande naco de manteiga, bastante alho pisado em sal grosso, um bom ramo de hortelã e pão em pedaços grossos. Escalfar os ovos em água com um pequeno golo de vinagre e usar a água para abafar a mistura, tapada, durante 2 minutos. Servir com um ovo escalfado.
Fica o registo de algumas outras açordas tipicamente micaelenses que conheço (umas tradição de família, outras recolhidas por mim, outras por Agusto Gomes): de cebola e açaflor, de batata doce, de inhame, de feijão, de lapas, de nêspera, de pero, de vinagre e vinho de cheiro, de rama de cebola, de funcho. Haverá tal variedade até no Alentejo? E preciso o termo açorda, exactamente aplicável às que indiquei, para não se pensar que estou a exorbitar do conceito básico: uma sopa de pão, gordura e aromas, normalmente servida com ovo escaldado.

2 Comentários:

Blogger homoclinica escreveu...

Pois hoje fui ao Alentejo e adivinhem o que almocei... Uma rica sopa alentejana, que era só por si um prato principal e de tal maneira que nem metade comi. Acompanhada por uma enorme posta de bacalhau. Estava maravilhosa e correspondeu à vontade com que fiquei ontem depois de ter por aqui passado.

17/1/07 20:40  
Blogger cinderela-dos-pes-grandes escreveu...

Desconhecia as açordas açorianas!... Sendo uma grande apreciadora de açordas, fiquei entusiasmadíssima com a informação!
Obrigada!

20/1/07 13:05  

Enviar um comentário

<< Home